domingo, julho 29, 2012

Um ano???!!!!

Faz exatamente um ano que embarcamos nesta viagem de construirmos nosso próprio Reino, do jeitinho que sempre sonhamos...Idealizamos tudo e nos parecia bem mais simples do que realmente está sendo. 
Estou tentando ver tudo de maneira otimista e fico sempre martelando a famosa frase: "construção dá dor de cabeça, mas é maravilhosa vê-la prontinha, a sensação é indescritível".

Assim espero, porque nosso estresse também tem sido indescritível e nem sei se o coraçãozinho aguenta...Ai, ai, ai...Quero forças...


Pequeno retrospecto de um ano:

- Compramos o terreno em Julho/11, pagamos ITBI, escritura, registro em cartório.

- De agosto/11 a outubro/11 tentamos fazer um projeto com um arquiteto que não conseguiu entender o que queríamos e de quebra, levou de brinde 100% dos seus honorários acordados. Ainda neste período, fomos a um correspondente da Caixa Econômica e entregamos mil documentos pessoais para aprovação do crédito e pagamos R$370 para análise do nosso cadastro.

- Em novembro/11 achamos um novo arquiteto que rapidamente traduziu nossos desejos para o papel, porém demorou um tiquinho para o projeto entrar na prefeitura.

- Em dezembro o pedreiro que "estava certo" desistiu e fomos atrás de uma empreiteira.

- Em janeiro/12 contratamos um profissional (achávamos que era engenheiro civil, pois assim nos foi apresentado por uma famosa empreiteira de Porto Alegre) para realizar nosso projeto estrutural e sondagem do terreno. Conclusão: o cara era arquiteto, fez um projeto estrutural meia boca e uma sondagem que não valeu nada. Levou 100% dos seus honorários.

-Em janeiro/12 contratamos uma arquiteta pra realizar os projetos: elétrico, hidráulico e de dados. Ela fez. Tudo quase OK! Com exceção do elétrico, que Roberto vai refazer todo...

-Ainda em janeiro/12 Roberto solicitou o número dos terrenos à prefeitura para solicitar ligação de água e luz.(única coisa que não deu dor de cabeça kkk)

-Em fevereiro/12 caímos na real e contratamos uma empresa de sondagem de verdade e um Engenheiro especialista em estruturas! Fizemos um projeto ótimo, porém descobrimos a necessidade de estaqueamento no terreno a 8-9 metros, ou seja, um gasto bem maior.

- E fevereiro/12 continua... achamos uma empreiteira (após uma grande pesquisa) e para fazer uma verificação dos seus trabalhos a contratamos para a construção do muro. Durante a construção, além do valor acordado em contrato, o empreiteiro exigiu um poquito mais de dinheiro para construção de mais vigas do que ele inicialmente tinha previsto.

-Ainda em fevereiro/12 fomos atrás do tal projeto de fundações, já que a obra necessitará de estaqueamento. Vai ser uma grana meeeesmo.

- Em março/12, depois de idas e vindas o Arquiteto conseguiu protocolar os projetos na prefeitura. A expectativa era que a aprovação fosse em duas semanas (palavras do nosso primeiro arquiteto que era da prefeitura) e só saiu três meses depois - e olha que foram 3 meses de encheção de saco, um monte de documentos requeridos que não constavam da lista inicial ( e que nosso vizinho não precisou apresentar).

- Em abril/12 sentimos na pele o poder da fofoca. O pedreiro do nosso vizinho espalhou para todo mundo que nosso muro tinha invadido os terrenos do lado direito e do fundo, e ainda, que toda a estrutura do muro estava torta. Medimos e remedimos, mas nada dava errado. Foi tanta encheção de saco que contratamos um topógrafo, emitimos laudo com ART e tudo mais. Nos custou uma nota, mas o muro está certinho no terreno conforme escritura.

- Em maio/12...continuamos na espera do alvará e atualizamos documentos pessoais para o financiamento.

- Em junho/12 recebemos a doce notícia da aprovação do nosso projeto, que não foi tão doce assim...O pessoal da prefeitura, não sei por cargas d'água (ou tvz pq não utilizamos um arquiteto da prefeitura) implicou com a nossa área e contradizendo o autocad, as plantas baixas calculou uma área de 415m2. Eu dei um piti!!! Como assim? - falei pro meu marido. Daí ele que estava acompanhando o processo mais de perto - pq eu já havia perdido a paciência - falou que o Arquiteto falou que a prefeitura condicinou a aprovação a somar mil coisas sem sentido até somar 415 m2 e que para se livrar logo ele foi lá e emitiu esta nova ART e concordou com o cálculo....Genteeee a casa tem 268 m2!!!!!!!!!!!!!!!!!

Isto ainda vai nos dar muita dor de cabeça e nos fazer gastar dinheiro. O primeiro gasto foi na taxa de aprovação da prefeitura, mais de R$ 500 (o preço é por metro quadrado). Agora o empreiteiro não acredita na gente, acha mesmo que nossa casa vai ter mais de 400m2, tentamos explicar...mostrar autocad...

O Engenheiro que vai acompanhar a execução só faltou me chamar de mentirosa quando quis negociar seu pagamento...

O pior que lá vai imposto em cima disto tudo, né?


Eu ainda não estou conformada e assim que voltar de viagem vou à prefeitura averiguar isto e se necessário, peço revisão!!! Se demorar mais uns meses, não tem problema ... Já esperamos um  montão...


-Em junho/12 com o projeto aprovado nas mãos começamos a pensar quem seria o profissional que acompanharia nossa obra...Nos rendemos a um Engenheiro Civil que trabalha meio período na prefeitura da cidade...Conversamos com ele e nos pareceu experiente e fizemos um contrato certinho. Ele não entende nada de computador, isto me estressa...Mas enfim... Quero ver se com ele, não vou ter minha vida mais dificultada do que foi...Não quero benefícios, só quero igualdade de tratamento...


- E com o tal projeto em mãos começamos a sonhar com o tal inicio, mas daí veio julho de 2012 e descobrimos que a caixa requer um alvará e a prefeitura não emite, apenas carimba o projeto. O alvará demorou duas semanas para sair... 

- E agora descobrimos que por nossa casa ser em dois terrenos, além daquela junção requerida na prefeitura, teremos que registrar no cartório de imóveis...Fomos na última sexta no correspondente da Caixa e sinceramente ninguém sabe explicar nada direito...O cartório de imóveis estava com uma boa vontade de nos dizer o que era necessário para fazer a tal junção, nem parece que é cartório privado...


- ODEIO A CAIXA ECONÔMICA, quem não odeia não é mesmo????

Lembra que pagamos 370 pilas para análise de crédito?? Como demoramos a voltar lá por  conta da demora nos projetos, adivinha só? Nos cobraram de novo...não vai ficar assim, vou reclamar no PROCON...
A empresa em que trabalho tem um acordo de cooperação que dá desconto nos juros para funcionários em financiamento imobiliário, a caixa teima em dizer que não existe...Sendo que da primeira vez que fomos, existia...


Viajaremos amanhã de férias por 10 dias...Espero esfriar um pouco a minha cabeça...pois tá difícil!!!


Nosso voo amanhã é às 13h e antes disto, maridão vai em Guaíba dar entrada no cartório de imóveis a tal junção e mesmo sendo cartório privado, ainda vai demorar uns 30 dias...Vai entender...




10 comentários:

Gina disse...

Oi,Nágila te acompanho a algum tempo e sei quantos imprevistos surgiram nesse tempo, mas lendo todos eles assim nessa postagem sentimos mais intensamente o que vcs tem enfrentado. Imagino como seja desanimador, quando se imagina que as coisas vão andar, surgem novos problemas... Mas tenha fé e mais paciência. Os problemas não serão para sempre.Procure não pensar em tudo de ruim q vem acontecendo pq vc acaba sofrendo mais a cada vez que lembra. Parece fácil ficar dizendo isso não é? Mas só temos 2 opções diante dos problemas, pensar positiva ou negativamente, então reuna suas forças e pense em tudo de bom que vc deseja...Estarei aqui torcendo por vcs. Boa viagem, recarregue suas energias, volte com todo gás para continuar batalhando pela concretização de seu sonho. Bjos

Itinha e Rodrigo disse...

Meninaa quanta dor de cabeça em????
Minha reforma foi pequeninha e tive tantas imagina tu construindo do zero.
Não achas bom ter um advogado contigo verificando se tudo isso é legal e precisa dessas burocracias todas mesmo?

Xeru pra tu e boas fériiiaaaas!

Pri disse...

Lendo sua história, parece que estou vendo a minha... nossa uma novela né? Mais vamos lá, seguindo em frente!

Pri disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Danila disse...

Oi Nagila, que saudade de vc.
Menina é assim mesmo, tb tive problemas com os papéis e demoramos um tempão para começar de fato, é difícil mesmo, o mais importante é que vcs já estão com todos os projetos em mãos e também um orçamento detalhado, é primordial, me arrependo muito de não ter feito um com um engenheiro quantitativo, posso garantir que isso me custou bem mais caro.

Logo essa turbulência passa e vcs estarão construindo e depois se mudando para a casa tão sonhada.

Bjs

Keka disse...

Oi Náglia!
Quanta história antes de começar, menina!
Estou terminando a fase do projeto e cheia de ansiedades e dúvidas... e medo também...
Vou ficar aqui torcendo para essa sua fase difícil passar! Vamos trocando dicas e experiencias, também criei um blog para acompanhar minha obra...
Abraço

Luciene Azevedo Góes disse...

Nágila, li alguns posts seu...menina que correria é sua vida ein?!!? Precisastes mesmo destes 10 dias para esparecer, agora quem ficou com um friozinho na barriga foi EU... espero contar com a sorte junto a CEF, PREFEITURA e tudo mais...MEEEDUU...
Ha! ía esquecendo...vc é Sotero né...tenho também um pésinho bahiaaaano, minha família por parte de momi´s é da Pituba e de Brotas... Oh Saudades!!!

Guria!!! Bom descanso e volte revigorada para uma nova batalha... sua obritcha.

Já estou lhe acompanhando...

Bjo,
Lú Azevedo

Itinha e Rodrigo disse...

Novas?
xeru!

Gina disse...

Oi Nágila, como andam as coisas? lembro sempre de vc,estavamos passando tbem pela angústia do alvará...Graças a Deus depois de muito esperar, estamos conseguindo levar adiante nosso sonho. Gostaria muito ter notícias...espero que vc esteja bem. Bjos

Laila Dietrichkeit disse...

adorei a retrospectiva!!!
construir uma casa de verdade da muito trabalho essas coisas de alvarás e burocracia... credo visse?!

mta paciencia e sucesso em 2013
bjos

saudade

Falta ainda um tempinho

Daisypath Next Aniversary Ticker